Por que Terebinto?


Terebinto - A escolha do nome Terebinto surgiu a partir da leitura do trecho da Sagrada Escritura em Eclesiástico 24,22-31 “Estendi meus galhos como um terebinto, meus ramos são de honra e de graça...” Esse trecho é lido para meditação do quinto mistério glorioso do santo rosário. O nome Terebinto foi se consolidando naturalmente no grupo, aos poucos, como são as coisas de Deus, do jeito de Maria, no silêncio e na humildade, pela oração. 

Mas o que é um Terebinto?  Terebinto é uma espécie de árvore nativa da região mediterrânica encontrada desde Marrocos e Portugal  no ocidente, até à Turquia e Síria no oriente.  Ela  pode atingir até à altura de quase seis metros  e  muitas vezes acha-se isolada, e por isso é facilmente reconhecida à distância.


 Algumas fontes indicam que os povos antigos realizavam  cultos religiosos à sombra do Terebinto. Oferecem sacrifícios no alto dos montes, queimam incenso sobre as colinas ou debaixo de um carvalho, de um salgueiro ou de um terebinto, cuja sombra lhes agrade. Oséias 4, 13” [1]   Talvez por isso, o terebinto ainda é  mencionado em várias passagens da Sagrada Escritura, tais como:
11 Depois veio o anjo do Senhor e sentou-se debaixo do terebinto de Efra, que pertencia a Joás, da família de Abieser. Gedeão, seu filho, estava limpando o trigo no lagar, para escondê-lo dos madianitas. 12 O anjo do Senhor apareceu-lhe e disse-lhe: O Senhor está contigo, valente guerreiro! Juízes 6, 11-12.

13 Se restar um décimo (da população), ele será lançado ao fogo, como o terebinto e o carvalho, cuja linhagem permanece quando são abatidos. (Sua linhagem é um germe santo). Isaías 6, 13.

Mística do Terebinto - Ao pesquisar na internet encontramos várias reflexões que nos ajudam a compor a Mística do grupo Terebinto. Tais como a transcrita, a seguir:

2. COMO O TEREBINTO

A) O terebinto é uma árvore que nasce nas florestas do Jordão, em Israel, que exala um perfume característico. Mas, para que se possa experimentar desse aroma agradável, é necessário que uma parte do seu tronco ou dos galhos seja ferida ou podada. Quanto mais pontos dessa árvore é atingido, mais forte é o odor, a ponto de se propagar por quilômetros de distância. O que mais chama a atenção no terebinto é exatamente isso: para se experimentar da sua melhor essência, é necessário que a sua casca seja arrancada, o seu tronco ferido, ou os seus galhos podados; e se ele não passar por um desses processos certamente será confundido com uma árvore comum, que está naquele ambiente apenas para ocupar um espaço, correndo o risco de ser usada como lenha, por não servir para nenhuma outra finalidade.

A.1- Uma das características do Terebinto é que mesmo com o tronco cortado ele volta a nascer. O nosso estilo de vida deve ser assim, mesmo que alguém nos corte, nos tire de cena, tente nos destruir. Há um poder em nós para voltarmos à vida. Não podemos deixar de lutar, de tentar, de sonhar e de realizar algo só porque alguém quer nos ver fora de cena.

B) Deus está ensinando ao seu povo que ele deve aprender utilizar as circunstâncias em que ocorrem dores, mágoas, perdas e problemas como matéria prima para produzir perfumes. Isto é, devemos aproveitar as oportunidades em que formos expostos à assolação das maldições para fazer uso da ação restauradora e transformadora de Deus, para exalarmos, a partir desse momento, uma nova vida de bênçãos. Há pessoas que quando são feridas, sua reação natural é se derramarem em sentimentos de raiva, ira e amargura, e contaminam e poluem a atmosfera espiritual do ambiente em que vivem. Mas elas, na verdade, precisam descobrir que Deus quer e pode extrair desses momentos difíceis a essência mais aromática, a medida que se deixarem ser submetidas ao processo da cura divina. Devemos ser como o terebinto: quanto mais formos feridos, cortados, podados e machucados, mais reagiremos com atitudes de amor, respeito e compreensão.
.............................................






Nenhum comentário:

Postar um comentário